CEI Prof. Ulisses Falcão Vieira, Escola Municipal

Localização
Endereço: R. Eduardo Sprada, 5062
Bairro: CIC
Cep: 81210-370
Regional: CIC
Atendimento: Manhã e tarde
Contato
Diretor (a): Anicir Marchiore Ramires Sanches
Vice - Diretor (a): Célia Regina Dallagrana
Telefone: (41)3373-3839
E-mail: emulissesvieira@sme.curitiba.pr.gov.br

Atividades diversas

Publicado por:  Rosangela Maria Redzimski de Camargo

Bingo de palavras com G e J

O trabalho pedagógico é permeado por diversas sequências didáticas elaboradas pelos professores da escola. Em Língua Portuguesa, a primeira sequência foi sobre a música “A barata diz que tem” (já postado anteriormente) e a segunda sobre a história “Os três jacarezinhos”, de Helen Ketteman, que faz alusão à história “Os três porquinhos”, mas desta vez os porquinhos são representados pelos jacarezinhos e o lobo mau pelo javali bundudo.

Ao longo de todo o trabalho, os estudantes do 2.º “C”, da professora Laiz Massuchetto, estiveram envolvidos em atividades de leitura e escrita, que faz referência ao processo de alfabetização, e a interpretação, que faz referência ao processo de letramento. Para finalizar de uma maneira divertida, foi realizado o bingo de palavras escritas com G e com J.

Como as crianças já haviam aprendido, elas mesmas deram exemplos das palavras que poderiam ser escritas com J ou com G. Então, a professora as anotou no quadro e cada um escolheu oito palavras para escrever na sua folha, construindo a sua cartela. As palavras foram sorteadas de um saquinho que uma estudante ajudou a escrever e os marcadores foram tampinhas de garrafa pet. Foi bingo na aprendizagem!

Desenho e maquete da sala de aula

Em Geografia os estudantes do 2.º ano estão estudando a representação dos espaços em duas dimensões: a bidimensional que é o desenho planificado com comprimento e altura (visão de cima) e a tridimensional que é a maquete com comprimento, largura e altura (visão de cima e de lado).

Para compreender essas dimensões, a turma do 2.º “C” verdadeiramente “botou a mão na massa” e fez a representação da sala de aula, aprendendo também noções de lateralidade, identificando o lugar de cada objeto no ambiente e onde cada um senta.

Foram usados materiais recicláveis trazidos de casa pelas crianças e cada estudante fez a sua carteira, tanto no desenho como na maquete. Na maquete, por exemplo, que mais chamou a atenção, cada um encapou uma caixinha de fósforo para ser a sua carteira, recortando e colando o papel com o seu nome e desenho dos seus materiais escolares. Eles colaram a “carteira” e a “cadeira” de tampinha de garrafa pet onde sentam. Alguns estudantes ajudaram a confeccionar o quadro, a mesa da professora, os armários e o cantinho da leitura com caixinhas de remédio.

Além dos conceitos de Geografia, observou-se o trabalho do grupo todo para montar um único trabalho, pois cada um fez uma parte da sala de aula que é de todos e, aprenderam juntos, a dividir as tarefas, dar sugestões, tomar iniciativa, enfim, trabalhar em equipe e participar diante da proposta mediada pela professora.

Jogo acerte o alvo

Com o objetivo de compreender os conceitos de unidade e dezena, os estudantes do 2.º “C”, da professora Laiz Massuchetto, jogaram em duplas o jogo “Acerte o alvo”.

Cada um pegou 6 cubinhos do material dourado e precisavam, na sua vez, jogar de uma altura determinada e contar quantos cubinhos haviam caído na dezena e quantos haviam caído na unidade do tabuleiro. As respostas eram anotadas no Quadro Valor Lugar de cada um e o vencedor era quem tinha o maior número ou a maior soma entre todos os números formados, de acordo com o combinado.

A aprendizagem se torna prazerosa por meio do lúdico na sala de aula, eles se envolvem, brincam, divertem-se e, claro, aprendem muito.

Diferentes grupos

Um dos conteúdos de História do 2.º ano é sobre os diferentes grupos existentes na vida de uma pessoa. Para trabalhar em cima disso, nada melhor do que dividir a turma em diferentes grupos, assim cada equipe ficou responsável por representar um desses grupos: o grupo da família, dos amigos, da escola, da sala de aula e, foi criado também, o grupo da igreja.

Primeiramente, a professora Laiz Massuchetto propôs como lição de casa que recortassem figuras de pessoas em jornais e revistas que representassem os grupos e depois, com as figuras espalhadas na sala de aula, cada equipe escolheu aquelas que seriam melhor para colar no seu trabalho.

Por fim, cada equipe veio à frente apresentar como ficou o seu cartaz. Eles se envolveram bastante e gostaram dessa dinâmica de trabalho.

Colagens de fotos

https://www.fotojet.com/pt/apps/?entry=collage

Fonte:  Professora Laiz Massuchetto | Autor:  CEI Ulisses Falcão Vieira, EM