Prof.ª Jurandyr Baggio Mockell, Escola Municipal

Localização
Endereço: R. Brigadeiro Eduardo Gomes, 270
Bairro: PINHEIRINHO
Cep: 81820-030
Regional: Pinheirinho
Atendimento: Manhã e tarde
Contato
Diretor (a): Solange Beatriz Kilarowski Tremel
Vice - Diretor (a): Christiane da Cunha
Telefone: (41)3349-2021
E-mail: emjmockell@sme.curitiba.pr.gov.br

Era uma vez... uma joaninha, uma aranha, uma lagarta, uma formiga e uma taturana!

Publicado por:  Denise Bechtloff dos Santos
.

Era uma vez... uma joaninha, uma aranha, uma lagarta, uma formiga e uma taturana. Era uma vez... uma história com personagens do imaginário das crianças. 

Em um momento de conversa surgiu a criação de uma história. História contada por várias vozes, que se misturavam, e que eram ouvidas. A sensibilidade das professoras neste momento foi primordial, a escuta ativa se fez presente, e nesse movimento a história foi sendo criada.

Na história contada pelas crianças foram surgindo diversos personagens, locais diferentes e enredos criativos, que foi escrita pelos professores e ilustrada pelas crianças. Depois surgiu a ideia de transformá-la em um jogo de tabuleiro, no qual as peças do jogo eram os personagens da história. 

"A Joaninha que percorria o caminho e encontrava outros insetos até completar o trajeto,  "O formigueiro com suas formigas"  e "A borboleta que encontrou uma praia" foram os enredos criados por elas, assim como, os desafios do trajeto até completar o percusso.

Os jogos viraram atração, pois as histórias criadas por elas ganharam vida e sempre que elas utilizavam o jogo, lembravam da história. 

Para dar maior visibilidade a imaginação das crianças, no dia 10 de maio, as professoras Josiane, Gislainne, Priscila e Veraci, e as estagiárias Michele, Divanir e Franciele encenaram uma pequena história, na qual alguns dos personagens faziam parte. " A Joaninha que queria ir a festa com suas amigas". Ao ver seus personagens personificados pelas professoras, a empolgação e a alegria foram visíveis, e ao final uma grande festa com crianças e professoras fazendo parte da história. 

E foi assim que as  professoras da Educação Infantil deram vida aos personagens do imaginário das crianças. E foi assim que mais uma vez colocamos a criança como protagonista, que é competente, que tem ideias,  que expressa sua opiniões e que produz cultura.

Fonte:  Prof.ª Jurandyr Baggio Möckel | Autor:  Luciene Souto da Rocha