Bairro Novo do CAIC Guilherme Lacerda Braga Sobrinho, Escola Municipal

Localização
Endereço: Rua Pastor Waldomiro Bileski, 71
Bairro: SÍTIO CERCADO
Cep: 80050-540
Regional: Bairro Novo
Atendimento: Manhã, tarde e noite
Contato
Diretor (a): Eliane Aparecida Adam Benini
Vice - Diretor (a): Durival Gonçalves Junior
Telefone: (41)3289-3055
E-mail: emcaicguilherme@sme.curitiba.pr.gov.br

Estudante do CAIC BN comenta o Bullying analisando os filmes Mãos Talentosas e Extraordinário

Publicado por:  Patricia da Rosa Molina Treufeldt
marcia

Hoje vamos compartilhar com vocês a resenha crítica, escrita pela estudante Sophia Ferreira dos Santos 8AF, aluna da Professora de Língua Portuguesa Márcia Hilberath. Os estudantes dos 8ºs assistiram os filmes Extraordinário e Mãos Talentosas: A História de Ben Carson" e a professora convidou os alunos a refletirem sobre a realidade mostrada nos longa metragens, que aborda a importância da postura da escola e da família no combate ao bullying. 

Com esse subsídio da aula, os estudantes  escreveram textos fazendo o comparativo entre as histórias retratadas no filme.  Convidamos vocês a lerem o texto da estudante Sophia. O link referente aos filmes está no final dessa notícia, confiram!

" O bullying acontece em todo lugar, principalmente em escolas e lugares públicos. Hoje em dia vemos o bullying representado em vários filmes, séries, livros, etc.

O bullying é um problema comum e muitas vezes as vítimas sofrem caladas. Normalmente o motivo para isso acontecer é pelo simples fato da pessoa ter uma dificuldade no aprendizado (como no filme Mãos Talentosas: a História de Ben Carson), ou pela pessoa ser negra, ou por ter uma deficiência (como no filme Extraordinário), ás vezes, o bullying acontece sem motivo  algum.

As pessoas que praticam o bullying, normalmente fazem isso para se sentirem superiores, valentões, ou até mesmo por  sentirem um vazio dentro de si, por coisas que acontecem em casa, ou pela família não dar o apoio necessário, e então na escola, ou em qualquer lugar público praticam o bullying para se sentirem superiores as outras.

No filme “Mãos Talentosas: Bem Carson”, Ben e sua família (mãe e irmão) se mudam de cidade e com isso, Bem e o irmão são transferidos para outro colégio, cuja a maioria dos alunos era composta por brancos. Nesse colégio Ben começou a ser alvo de bullying porque ele tinha dificuldade nos estudos  e suas notas eram sempre baixas. A mãe de Ben começou a incentivar o filho a estudar pra se preparar para o futuro. Até que ela descobre que tem problema de visão e quando ele passa a usar óculos, suas notas aumentam e Bem surpreende a todos.

No filme Extraordinário, contam a história de um garoto chamado Auggie que tem uma doença e por isso, Auggie tem uma deformação no rosto.

O garoto, por vergonha de si mesmo, era ensinado pela mãe em casa, até que ela decide que no 5º ano, Auggie fosse pra escola. Para Auggie não é fácil enfrentar a escola, pois sabe que as outras crianças podem o achar estranho, fazer perguntas e até mesmo comentários maldosos.

Auggie se sente um pouco solitário, mas sua família, amigos e suas imaginações o motivam a continuar a ser feliz e não se abalar com comentários maldosos."

"Embora um dos filmes retrate uma história de ficção, o bullying é real e pode afetar o emocional, conheço colegas que ficaram depressivos após sofrerem bullying" coloca Sophia que pensa em estudar Psicologia para ajudar as pessoas.

Assista também

 Extraordinário
O filme fala sobre bullying, superação dos medos e a importância da postura da escola e da família.

Mãos Talentosas:A História de Ben Carson
Conta a história de um garoto negro que sofre bullying na escola, e com o apoio da mãe supera o bullying e torna-se médico.
História pra encher os corações de bons sentimentos e nos ensinar valiosas lições.

Parabéns Sophia pelo texto maravilhoso!

Agradecemos a professora Márcia por compartilhar conosco as produções dos seus alunos e por ensinar a complexa Língua Portuguesa de forma crítica e contextualizada! 

Se você gostou desta notícia ou de outra postada aqui na Página do CAIC Bairro Novo é só clicar no ícone na rede social que você utiliza ao final da postagem para compartilhá-la. A educação pública  de qualidade agradece! E esperamos a visita de todos vocês na nossa Fanpage. Use sempre as hashtags  #caicbn #paginadocaic

 

                                                              

Fonte:  Márcia Hilberath | Autor:  Professora Patricia Molina Treufeldt