Coordenadoria de Tecnologias Digitais e Inovação

Localização
Endereço: Av.João Gualberto, 623 Edifício Delta
Bairro: ALTO DA GLÓRIA
Cep: 80030-000
Atendimento: Manhã e tarde
Contato
Telefone: (41)3350-9860
E-mail: tecnologias@edu.curitiba.pr.gov.br

Estudantes criam os robôs Geométrico e Latrônico no Farol do Saber e Inovação

Publicado por:  Denise Bechtloff dos Santos
Fotos Farol do Saber e Inovação

O prefeito Rafael Greca foi presentado com os robôs Geométrico e Latrônico criados em impressora 3D por estudantes do 4º ano da Escola Municipal São Mateus do Sul, no Pinheirinho. A homenagem aconteceu nesta quarta-feira (11/4), na entrega da revitalização do Farol do Saber e Inovação José de Alencar, anexo à escola.

O Farol José de Alencar é o quarto da cidade transformado em espaço para a produção de projetos pedagógicos que aliam tecnologia, pesquisa e ações colaborativas. A ideia, explicou Greca, é reunir no mesmo espaço a cultura da inovação e a literatura - o acervo do Farol tem mais de seis mil livros. “Mesmo no mundo da tecnologia, da informação, não podemos perder a consciência que a leitura nos dá. Ela nos dá a capacidade da imaginação, de saber o porquê sabemos”, disse o prefeito aos estudantes.

Os estudantes fizeram festa para comemorar a inauguração do espaço e apresentaram ao prefeito e à secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, os primeiros resultados do investimento na reformulação do Farol, agora equipado para projetos de educação maker. Os robôs criados por eles são inspirados nos personagens da literatura infantil da autora Maria Rosa Negrin.

“As crianças nos mostram que não há distância entre a imaginação guardada dentro dos livros e a criatividade aliada à tecnologia. Eles desenharam os personagens da leitura, prototiparam e os transformaram em brinquedos que serão compartilhados com a turma toda. A história sai de dentro dos livros para ensinar a inovar”, disse Greca.

A secretária Maria Sílvia destacou o fato de que, com os Faróis do Saber e Inovação, Curitiba oferece uma nova proposta educacional. "Nossos estudantes se tornam pesquisadores e fabricantes de brinquedos em espaços maker, essa cultura já estabelecida, mundialmente estudada e que já nos rendeu uma premiação pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts”, disse Maria Sílvia.

A criação dos rôbos aconteceu nas atividades do projeto de Tecnologia e Mídias Digitais, mediadas pela professora Danieli Cristina Princival no contraturno escolar, explorando conceitos da literatura, matemática e geografia.

A experiência, explica a professora, serviu para reforçar aprendizados sobre sólidos geométricos, figuras planas, cálculos, criação e interpretação de textos e topografia. “O Farol é uma extensão da sala de aula, porém agora, além dos livros e da internet, oferece possibilidades de os estudantes ampliarem a pesquisa e a experimentação ativa, medindo, calculando e manipulando diferentes elementos, até produzirem um novo conhecimento”, disse Danieli.

Protótipos

A leitura do livro Geométrico e Latrônico foi o ponta pé do projeto, que seguiu com discussões e pesquisas sobre como a turma poderia construir robôs. Foram atividades com massa de modelar, desenho, recorte, colagem, muitos cálculos e planejamento até construírem dois protótipos, com materiais reciclados.

O passo seguinte, conta a estudante Isabely da Silva, de 9 anos, foi um dos mais difíceis. “A gente teve que medir as peças e passar as ideias para o computador”, disse Isabely. Depois de prontos, os protótipos foram trabalhados no programa Thinkercad – Create 3D e impressos pela impressora 3D.

O resultado agradou a turma. “Foi legal porque deu para a gente sentir na mão o que a gente imaginou na cabeça. Gostei porque pratiquei a minha leitura”, contou Mariana Tomkiv Gulka, estudante de 9 anos.

Estrutura revitalizada

Para ser transformado em Farol do Saber e Inovação, a unidade, que havia sido inaugurada em março de 1997, recebeu aproximadamente R$ 130 mil reais de investimentos. Toda a estrutura foi revitalizada, com troca de piso e cobertura, revestimento das escadas, substituição de chapas metálicas, instalação de mantas térmicas.

Foram realizadas adequações nos banheiros, revisão das tomadas e substituição das lâmpadas comuns pelas de LED, que economizam energia, além da instalação de aparelhos de ar condicionado e da impressora 3D. Outra novidade foi a contratação de uma professora para a realização dos projetos digitais com os estudantes.

“Com esse investimento realizado a nossa escola inova, se reestrutura e possibilita, por meio dos livros e das tecnologias, acesso a diferentes mundos”, disse a diretora da escola, Fabiele do Rocio Novak de Oliveira.

Na escola São Mateus do Sul estudam 440 estudantes do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, moradores do Parque Industrial, dos bairros Capão Raso e Tatuquara e de Araucária e Fazenda Rio Grande, municípios vizinhos.

O Farol do Saber José de Alencar é a biblioteca escolar, mas também atende à comunidade com empréstimos de livros e computadores com acesso à internet. São mais de sete mil pessoas cadastradas que, desde a inauguração, há 21 anos, já fizeram mais de 109 mil empréstimos de livros e 62 mil acessos à internet.

Já foram transformados em Faróis do Saber e Inovação as unidades Herbert José de Souza, da Escola Municipal Marumbi (Cajuru), Manuel Bandeira, da Escola Municipal Herley Mehl (Pilarzinho), e Rocha Pombo, da Escola Municipal Papa João XXIII (Portão). Até o fim do ano, outros seis serão entregues à população.

Presenças

Participaram da entrega da revitalização o administrador da Regional Pinheirinho, João Cordeiro, o administrador da Regional Portão, Gerson Gunha, o secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Emílio Trautwein, a chefe do Núcleo da Educação do Pinheirinho, Andressa Woellner Duarte Pereira, a diretora do Departamento de Ensino Fundamental, Simone Zampier, a coordenadora de Tecnologias Digitais e Inovação, Estela Endlich.

Também estiveram presentes a coordenadora de Projetos, Andrea Barletta, a vice-diretora da escola, Magali Ribinski Kraemer, e as agentes de Leitura que trabalham no Farol, Lucimara Okoinski Silva e Miriam Terezinha Correa Rosa.

Fonte:  SME - Portal Cidade do Conhecimento | Autor:  SME