Jardim Santo Inácio, Escola Municipal

Localização
Endereço: R. Silvio Zanatta, 26
Bairro: SANTO INÁCIO
Cep: 82010-400
Regional: Santa Felicidade
Atendimento: Manhã, tarde e noite
Contato
Diretor (a): Janete Tucholski
Vice - Diretor (a): Camille Schuwinski
Telefone: (41)3272-5741
E-mail: emjsantoinacio@sme.curitiba.pr.gov.br

Jardim - Um solo poético para crianças

Publicado por:  Camille Schuwinski
teatro 7

     No dia 09 de maio, a turma do 4º ano A da professora Angela teve a possibilidade de assistir no Auditório Antonio Carlos Kraide, a peça “Jardim – um solo poético para crianças.”

    A temática da poesia apresentada na peça partiu da premissa que as crianças gostam de cheiros, de música, de ruídos e de brincar com as palavras. Este Jardim pretendeu desenhar uma fantasia sobre a existência, contemplando a vida e a passagem do tempo. Viver e morrer: brotar, crescer, dar frutos e voltar a ser semente.

    Pode-se dizer, sem dúvida, que criança e poesia pertencem ao mesmo universo. A conexão é imediata. Ambas caracterizam-se pela imaginação, fantasia, sensibilidade e afetividade. A capacidade de construir e desconstruir o mundo. Por isso é que a poesia mexe tanto com o imaginário da criança, porque as duas possuem a mesma natureza criativa. Na verdade, a poesia é o brincar que as crianças tanto gostam, só que com as palavras. Fortalecer esta ponte feita das delicadezas de dois mundos foi o que inspirou a montagem do espetáculo Jardim, da Tecer Teatro - Arte, Educação e Cultura. A peça é um solo poético voltado para crianças, mas que deseja alcançar pessoas de todas as idades. Jardim conduz o espectador a uma viagem pela existência, contemplando a vida, a passagem do tempo, numa atmosfera de sonho. “Nossa intenção com este trabalho é provocar os sentidos, estimular o gosto pela palavra, promover conexões e convidar a criança a um mergulho em infinitas possibilidades”, revela Fabiana Ferreira, atriz, do espetáculo. O poeta Manoel de Barros é referência forte no trabalho, a ideia da montagem surgiu no ano em que ele faleceu, 2014. Além de ter uma empatia especial para tudo o que envolve a criança, o escritor sublinha a estreita dimensão dos seres humanos diante da natureza.

Fonte:  A direção | Autor:  Jardim Santo Inácio, EM